Cedir Cedilab

A medicina do trabalho é uma especialidade que se preocupa com a prevenção das doenças no exercício profissional e controles dos riscos ambientais.

Ela está diretamente ligada a normas governamentais que empresas devem cumprir na promoção de saúde do trabalhador.

As normativas da medicina do trabalho (que se integra a medicina ocupacional) servem para fazer o trabalhador exercer sua função sem que sua saúde e qualidade de vida estejam em risco.

Hoje, as empresas estão mais conscientizadas a respeito disso. O próprio empresário já procura o atendimento da medicina ocupacional como fator de qualidade para sua produção.

Isso mostra que houve um amadurecimento nos setores. Antes as empresas cumpriam com suas obrigações ligadas à medicina ocupacional para fugir de multas violentas.

Em razão disso, mais profissionais de medicina veem na área uma excelente oportunidade de crescimento profissional. Leia mais sobre o conceito de medicina do trabalho, suas funções e importância à sociedade.

Com ela, o empregado tem um acompanhamento da medicina ocupacional.

Isso evitará que exista algum agravamento na saúde do colaborador, devido a acidentes ou doenças relacionadas às funções que exerce no seu trabalho.

Os testes da hematologia incluem avaliações do laboratório da formação do sangue e das desordens de sangue. Alguns exemplos destes testes são: Contagem de ascendência pura – uma contagem do número total de glóbulos vermelhos, os glóbulos brancos e as plaqueta apresentam no sangue. 

testes bioquímicos em microbiologia são um conjunto de testes químicos realizados nos microrganismos presentes em uma amostra para identificá-los; Esses microorganismos são geralmente bactérias. Há um grande número de testes bioquímicos disponíveis para um microbiologista.

Exames parasitológicos. A gota de sangue é colocada no centro de uma lâmina, coberta com uma lamínula e examinada ao microscópio óptico imediatamente após. Poderão ser vistos parasitos vivos ou mortos. Pode ser de dois tipos: de gota espessa ou delgado.

Os testes laboratoriais imunológicos podem fornecer informações importantes para o diagnóstico e cuidado clínico dos pacientes. Os testes detectam a presença de anticorpos contra parasitas, fungos, bactérias ou vírus. Podem também detectar a presença dos antígenos desses agentes, indicando diretamente a sua presença no hospedeiro. Os testes imunológicos podem ainda ser utilizados para a detecção de hormônios ou outras substâncias químicas.

A urinálise é um grupo de exames químicos e microscópicos. Detecta produtos normais e anormais do metabolismo, células, fragmentos de células e bactérias na urina. Os rins filtram o sangue, eliminando na urina restos metabólicos desnecessários,  como ureia e creatinina, e conservando substâncias necessárias e reaproveitáveis, como proteínas e glicose. Alterações da composição da urina podem indicar problemas metabólicos ou problemas renais.
 

TESTE DE MICROBIOLOGIA 

Microbiologia clínica desempenha um papel importante na saúde individual e comunitária. Devido ao fato que a maioria dos micróbios que vivem em nosso corpo são benéficos, distinguir aqueles que são produtores de doença é crítica.

O exame de sangue é o que possibilita a análise das taxas hormonais. Com ele, há o estudo dos níveis do hormônio responsável pelo desenvolvimento do óvulo. A medida é baseada no FSH, hormônio folículo estimulante, no LH, hormônio luteinizante e no estradiol, principal hormônio sexual feminino.

EXAME TOXICOLÓGICO

 

O exame toxicológico é simples e não requer preparação para ser realizado. Este exame não é invasivo e não causa qualquer tipo de desconforto ao motorista.

O motorista deve comparecer a uma Unidade do CEDIRLAB espalhada por toda cidade de Rondonópolis-MT para coletar uma pequena amostra de CABELOS ou PELOS.

Corta-se 4 cm do cabelo, próximo a raiz. Ou uma quantidade pequena de pelos. Somente desta forma, consegue-se determinar o consumo ou não de drogas no prazo determinado por lei – Lei 13.103 (Lei dos Caminhoneiros) – de 90 dias que antecedem a data da coleta. E caso seja impossível a coleta de cabelos, é realizada, então, a coleta de pelos.

Portanto, pela lei, o motorista que tem interesse em subir da categoria B para a categoria C, se depara, então com a obrigatoriedade de cumprir uma importantíssima etapa adicional para conseguir emitir sua CNH: o exame toxicológico.

NÃO HÁ NECESSIDADE DE AGENDAR O EXAME

  • DROGAS PESQUISADAS NO EXAME:
    • Maconha, haxixe e skunk;
    • Cocaína, crack e merla;
    • Codeína, morfina e heroína;
    • Anfepramona;
    • Femproporex;
    • Mazindol;
    • Ecstasy ou MDMA e MDA;
    • Metanfetaminas e anfetaminas.

 

  • DROGAS NÃO PESQUISADAS NO EXAME:
    • Álcool;
    • Metilfenidato (conhecido por suas denominação comercial como RITALINA);
    • Efedrina;
    • Esteróides;
    • Anabolizantes.

 

RESULTADOS:

O exame leva, em média 10 dias* úteis. Para sua tranquilidade, você pode acompanhar seu processo pelo internet ou receber avisos via SMS no seu celular.

*Em alguns casos especiais pode chegar até 15 dias úteis

Descubra suas origens genéticas, encontre parentes e explore a história dos seus antepassados com os mapeamentos genéticos da Linha Ancestralidade.

Exame feito a partir do sangue coletado do calcanhar do bebê e que permite identificar doenças graves, como: o hipotireoidismo congênito (glândula tireóide do recém-nascido não é capaz de produzir quantidades adequadas de hormônios), a fenilcetonúria (doença do metabolismo) e as hemoglobinopatias (doenças que afetam o sangue – traço falcêmico e doença falciforme).

Além da descoberta da gravidez, o conhecimento do sexo do bebê também pode ser identificado por meio de exames de sangue. Para ocorrer essa detecção, é necessário coletar uma amostra de sangue da mãe. O Teste de Sexagem Fetal determina o sexo do bebê a partir da 8ª semana de gestação. Em caso de resultado não conclusivo, é solicitada uma nova amostra em duas semanas para complementação. Este exame não deve ser interpretado como definitivo, já que não garante 100% de acerto. Não é necessário pedido médico para a realização dos exames.

O teste de paternidade é um tipo de teste de DNA que tem como objetivo verificar o grau de parentesco entre a pessoa e o seu suposto pai. Esse teste pode ser feito durante a gravidez ou após o nascimento por meio da análise do sangue, saliva ou fios de cabelo da mãe, filho e do suposto pai.

Precisa de ajuda? Fale conosco