Cedir Cedilab

Tríplice Bacteriana Acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular)

Categoria:

Descrição

A Vacina dTpa – Tríplice Bacteriana Acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular) protege contra:

Difteria, tétano e coqueluche.

A Vacina dTpa – Tríplice Bacteriana Acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular) é indicada para:

– Reforço das vacinas DTPa ou DTPw em crianças a partir de 3 anos de idade, adolescentes e adultos;
– Prevenção do tétano, uma dose a cada 10 anos;
– Gestantes;
– Todas as pessoas que convivem com crianças menores de 2 anos, sobretudo com bebês com menos de 1 ano, incluindo familiares, babás, cuidadores e profissionais da saúde.

Contraindicação da Vacina dTpa – Tríplice Bacteriana Acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular):

Pessoas que apresentaram anafilaxia causada por algum componente da vacina, ou após a administração de dose anterior.

Como é aplicada a Vacina dTpa – Tríplice Bacteriana Acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular):

Intramuscular

Diferenciais da Vacina dTpa – Tríplice Bacteriana Acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular):
VACINA PÚBLICA VACINA PARTICULAR
Sim, apenas para gestantes ​a partir da 20ª semana ​de gestação, puérperas até 45 dias após o parto, e profissionais da Saúde que atuam em maternidades e serviços de atendimento a recém-nascidos, para prevenir a transmissão da coqueluche.
Disponível para todas as faixas etárias e condições clínicas especiais que demandam esta vacinação.
Quais as possíveis reações da Vacina dTpa – Tríplice Bacteriana Acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular)?

– Em crianças com até 9 anos podem ocorrer: irritabilidade, sonolência, reações no local da aplicação (dor, vermelhidão e inchaço) e fadiga em mais de 10% dos vacinados. Até 10% podem manifestar falta de apetite, dor de cabeça, diarreia, vômito e febre. Distúrbios da atenção, irritação nos olhos e erupção na pele são incomuns – acometem apenas 0,1% a 1% dos vacinados;
– Mais de 10% das crianças a partir de 10 anos, adolescentes e adultos experimentam dor de cabeça, reações no local da aplicação (dor, vermelhidão e inchaço), cansaço e mal-estar. Em até 10% acontecem tontura, náusea, distúrbios gastrintestinais, febre, nódulo ou abscesso estéril (sem infecção) no local da aplicação. São incomuns (entre 0,1% e 1% dos vacinados) sintomas respiratórios, faringite, aumento dos gânglios linfáticos, síncope (desmaio), tosse, diarreia, vômito, transpiração aumentada, coceira, erupção na pele, dor articular e muscular e febre acima de 39ºC;
– A anafilaxia ocorre com menos de 0,01% das pessoas; inchaço generalizado, convulsões, urticária e fraqueza muscular com 0,01% a 0,1% dos vacinados;
– A experiência com o uso da vacina sugere que há um pequeno aumento do risco de eventos adversos locais com a vacinação em doses repetidas e próximas (esquema de três doses em seis meses) em adultos com mais de 40 anos, bem como na dose de reforço das crianças (a partir de 10 anos de idade).

ORIENTAÇÕES:
– Compressas frias aliviam a reação no local da aplicação;
– Sintomas de eventos adversos graves ou persistentes, que se prolongam por mais de 24 a 72 horas (dependendo do sintoma), devem ser notificados ao CEDIRLAB e investigados para verificação de outras causas.

Qual a composição da Vacina dTpa – Tríplice Bacteriana Acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular)?

Toxóides diftérico e tetânico (derivados das toxinas produzidas pelas bactérias causadoras das doenças), e componentes da cápsula da bactéria da coqueluche (Bordetella pertussis). A quantidade de toxóide diftérico e de componentes pertussis é menor que na vacina infantil (DTPa).

IMPORTANTE:
Trata-se de vacina inativada, portanto, não tem como causar a doença.

Como me preparo para tomar a Vacina dTpa – Tríplice Bacteriana Acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular)?

– Não são necessários cuidados especiais antes da vacinação;
– Em caso de doença aguda com febre alta, a vacinação deve ser adiada até que ocorra a melhora;
– Em pessoas com doenças que aumentam o risco de sangramento, a aplicação intramuscular pode ser substituída pela subcutânea.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Tríplice Bacteriana Acelular (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular)”

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de ajuda? Fale conosco